O olho africano: racismo à venda

By | Junho 12, 2022

Um vídeo chocante começou a circular nas redes sociais chinesas em fevereiro de 2020. Um grupo de crianças africanas é instruído, com voz fora da câmera, a cantar frases em chinês. As crianças repetem as palavras com um sorriso e entusiasmo – mas não entendem que o que lhes está sendo dito é “Eu sou um monstro negro e meu QI é baixo”.

A filmagem provocou indignação na China e além. Mas ninguém nunca respondeu a algumas perguntas-chave: por que isso foi filmado? Onde foi filmado? Quem fez isso?

Essas perguntas enviam os jornalistas da BBC Africa Eye Runako Celina e Henry Mhang em uma jornada na indústria de gravação de vídeo da China que explora crianças vulneráveis ​​em todo o continente.

Jornalistas investigativos: Runako Celina e Henry Mhango

Produção: Chiara Francavilla

Edição de vídeo: Suzanne Vanhooymissen e Matthew Bradley

Produtor Executivo: Daniel Adamson

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.