Monte Cusna: Sete mortos em queda de helicóptero na Itália

By | Junho 11, 2022

Cinco corpos foram originalmente encontrados, de acordo com o National Alpine Cliff and Cave Rescue Corps (CNSAS), mas os corpos de mais dois a bordo foram encontrados no sábado.

“O helicóptero, que está desaparecido desde quinta-feira, 9 de junho, decolou do aeroporto de Lucca com sete passageiros e foi encontrado hoje, no Monte Cusna, completamente destruído”, acrescentou a agência.

Os restos mortais foram encontrados em Monte Cusna, nos Apeninos, na região norte de Emilia-Romagna, a poucos quilômetros da Toscana.

Após as 15h, horário local (9h ET), o CNSAS twittou que, infelizmente, nenhum sobrevivente foi encontrado.

As vítimas são um piloto da região de Veneto e seis passageiros, quatro turcos e dois libaneses, que estavam em viagem de negócios à Itália. A confirmação oficial foi dada pela prefeitura de Modena, informou a subsidiária da CNN SkyTg24 no sábado.

O helicóptero parece ter caído no leito do córrego Lama em Passo degli Scaloni, 1.922 metros acima do nível do mar, informou o SkyTg24.

A Agência Nacional de Segurança da Aviação da Itália disse no sábado que abriu uma investigação e enviou um investigador ao local do acidente envolvendo um helicóptero A119 Koala, informou a agência.

As operações de resgate foram realizadas pelo CNSAS, o Corpo de Bombeiros italiano e a polícia italiana e pessoal da força aérea.

“Conseguimos algumas coordenadas, fomos até o local e constatamos que tudo pegou fogo. O helicóptero está em um vale, próximo ao córrego, estamos tentando trazer todas as equipes de resgate para chegar ao solo a pé, pois é difícil chegar lá com um guincho”, disse o soldado no início do sábado, em um vídeo postado no perfil confirmado do Twitter da Força Aérea Italiana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.